Estoque Zoom (ZM): queridinha da pandemia enfrenta um futuro sombrio

Por:
em May 19, 2024
Listen
  • As ações da Zoom Communications caíram de US$ 588 para US$ 64.
  • Seu valor de mercado caiu de US$ 182 bilhões para US$ 19 bilhões.
  • A empresa publicará seus resultados financeiros na segunda-feira.

Siga o Invezz no TelegramTwitter e Google Notícias para notícias de última hora >

O preço das ações da Zoom Communications ( NASDAQ: ZM ) passou por uma turbulência prolongada nos últimos anos. Depois de subir para US$ 588 durante a pandemia, caiu para US$ 64, elevando seu valor de mercado para US$ 19 bilhões, de um pico de US$ 182 bilhões.

Você está procurando sinais e alertas de traders profissionais? Registre-se no Invezz Signals™ GRATUITAMENTE. Leva 2 minutos.

Lucros da Zoom Communications à frente

Copy link to section

A Zoom, uma empresa cujo nome se tornou um verbo, caiu em desgraça à medida que a demanda por reuniões virtuais diminuiu e à medida que a concorrência da Cisco, Microsoft e Google aumentava. Como resultado, o crescimento das receitas e dos lucros estagnou. A receita anual aumentou para US$ 4,5 bilhões em 2023, de US$ 4,3 bilhões em 2022, depois de aumentar de US$ 622 milhões em 2020 para US$ 2,6 bilhões.

A Zoom encontra-se numa situação difícil, uma vez que o seu principal produto também é fornecido por empresas com forte quota de mercado noutras áreas. O Google Meet está incorporado ao conjunto de produtos do Google, enquanto o Microsoft Teams já vem incluído com seu produto 365.

Portanto, tornou-se difícil para a Zoom aumentar a sua quota de mercado numa altura em que muitas empresas procuram eficiência de custos. Mais importante ainda, será difícil para a empresa aumentar os preços, uma vez que muitas empresas optarão por utilizar as suas alternativas.

A Zoom tem procurado resolver este problema expandindo a sua oferta de serviços. Lançou o Zoom Docs, uma plataforma semelhante ao Google Docs, mas disponível apenas no ecossistema Zoom. Também lançou soluções de quadro branco, clipes e notas, produtos que enfrentam intensa concorrência.

Os analistas têm baixas expectativas em relação ao Zoom quando ele publicar seus resultados financeiros na segunda-feira. A estimativa média entre os analistas é que sua receita aumentou 1,90%, para US$ 1,13 bilhão no primeiro trimestre. Ele havia gerado US$ 1,1 bilhão um ano antes. Para o ano, os analistas esperam que sua receita total aumente para US$ 4,61 bilhões, ante US$ 4,53 bilhões um ano antes.

Portanto, com o Zoom, temos uma marca bem conhecida que apresenta um crescimento morno e uma concorrência significativa. Também se tornou um pouco supervalorizado. Para empresas SAAS, um dos melhores conceitos de avaliação é a regra dos 40, que analisa o crescimento e a rentabilidade.

No caso da Zoom, o crescimento da receita futura é de 3%, enquanto o lucro líquido e a margem EBITDA ficam em 14 e 15,5, respectivamente. O resultado é que a métrica da regra dos 40 é inferior a 20, o que significa que a empresa está sobrevalorizada. Ele também tem índices de P/L móvel e futuro de 31 e 33, que são superiores aos do índice S&P 500, de crescimento mais rápido.

Previsão do preço das ações Zoom

Copy link to section
zoom video

Gráfico ZM por TradingView

Passando para o gráfico semanal, vemos que o preço das ações ZM está em uma faixa estreita desde outubro de 2022. Ele encontrou suporte substancial em US$ 58,3, onde não conseguiu se mover abaixo desde aquele período, o que explica por que o Average True Range ( ATR) caiu. A ação também permaneceu na média móvel de 50 semanas.

Do lado positivo, este desempenho poderá fazer parte da fase de acumulação do Método Wyckoff, o que poderá levar a mais vantagens no curto prazo. Se isso acontecer, a ação poderá atingir a resistência chave de US$ 85,50, seu ponto mais alto em janeiro de 2023.

Este artigo foi traduzido do inglês com a ajuda de ferramentas de IA, tendo sido depois revisto e editado por um tradutor local.

Ações Análises de mercado Tecnologia