Binance recebeu multa de US$ 2,25 milhões pelo órgão de fiscalização financeira indiano

Por:
em Jun 20, 2024
Listen
  • A Unidade de Inteligência Financeira da Índia impõe uma multa de US$ 2,25 milhões à Binance por violações de AML.
  • Binance direcionado para cumprir as seções da Lei de Prevenção à Lavagem de Dinheiro.
  • A ação da FIU reflete um escrutínio regulatório mais amplo sobre as bolsas de criptomoedas que operam na Índia.

Siga o Invezz no TelegramTwitter e Google Notícias para notícias de última hora >

A Unidade de Inteligência Financeira (FIU) da Índia impôs uma multa de Rs 18,82 crore (US$ 2,25 milhões) à Binance, a maior bolsa de criptomoedas do mundo, por violar os regulamentos locais de combate à lavagem de dinheiro (AML).

Você está procurando sinais e alertas de traders profissionais? Registre-se no Invezz Signals™ GRATUITAMENTE. Leva 2 minutos.

Violações e penalidades detalhadas

Copy link to section

A FIU considerou a Binance culpada de não cumprir várias seções da Lei de Prevenção à Lavagem de Dinheiro de 2002 (PMLA) e das Regras de Manutenção de Registros da PMLA de 2005.

Estes regulamentos visam prevenir atividades de branqueamento de capitais e combater o financiamento do terrorismo. A Binance foi orientada a garantir o cumprimento diligente dessas obrigações legais.

O aviso da FIU à Binance, emitido em 28 de dezembro de 2023, destacou que a bolsa prestava serviços a clientes indianos e operava no país sem cumprir os requisitos legais obrigatórios.

Após analisar as alegações da Binance, a FIU concluiu que as acusações eram fundamentadas e impôs a penalidade financeira.

Implicações mais amplas e ações anteriores

Copy link to section

Além da penalidade imposta à Binance, a FIU também emitiu avisos para outras oito bolsas de criptomoedas que operam na Índia. Esses avisos exigiam que as bolsas explicassem suas operações, uma vez que operavam sem as permissões necessárias e não seguiam as leis antilavagem de dinheiro.

A FIU também recomendou que o ministério indiano de TI bloqueasse o acesso aos URLs dessas plataformas.

Seguindo essas recomendações, a Índia bloqueou o acesso a diversas exchanges, incluindo Binance, Kucoin e OKX, em janeiro. Esta acção baseou-se em contributos recebidos pela UIF que sugeriram que estas plataformas podem ter sido utilizadas para actividades de branqueamento de capitais.

O bloqueio destes URLs foi um passo significativo para garantir a conformidade com os regulamentos locais.

Em maio, Binance e KuCoin receberam as aprovações necessárias do órgão de fiscalização financeira indiano para retomar as operações após pagarem uma multa, supostamente em torno de US$ 41.000.

Isto permitiu-lhes operar legalmente dentro do quadro estabelecido pelas autoridades indianas.

A importância da conformidade

Copy link to section

A Índia exige que os prestadores de serviços de ativos digitais virtuais, como bolsas de criptomoedas, sejam registados na UIF como entidades sujeitas e cumpram as suas regras AML.

Estes regulamentos são cruciais para prevenir atividades ilegais, como o branqueamento de capitais e o financiamento do terrorismo, que podem ser facilitadas através de plataformas financeiras anónimas e não regulamentadas.

As ações da FIU destacam a importância da conformidade regulatória para as bolsas de criptomoedas que operam na Índia. À medida que os ativos digitais se tornam mais integrados no sistema financeiro global, é fundamental garantir controlos anti-branqueamento de capitais robustos e o cumprimento das leis locais.

A penalidade imposta à Binance serve como um lembrete para outras exchanges sobre as graves consequências do não cumprimento dos requisitos regulatórios.

Perspectiva futura

Copy link to section

O mercado de criptomoedas na Índia está num momento crucial, com os órgãos reguladores aumentando o seu escrutínio nas bolsas para garantir um ambiente comercial seguro e compatível. As medidas rigorosas da UIF visam promover um ecossistema de ativos digitais mais seguro, dissuadindo atividades ilegais e promovendo a transparência.

Para a Binance, a penalidade é um revés, mas também uma oportunidade para reforçar seu compromisso com a conformidade e adesão regulatória.

A bolsa terá de trabalhar em estreita colaboração com as autoridades indianas para garantir que cumpre todas as obrigações legais, restaurando assim o seu estatuto operacional e a confiança entre os utilizadores indianos.

Este artigo foi traduzido do inglês com a ajuda de ferramentas de IA, tendo sido depois revisto e editado por um tradutor local.

Mundo